Injustiça


Marcos Mariano da Silva, vítima do maior erro judiciário no Brasil.

O que pode ser pior que a injustiça? Pagar por crimes e ações que você não cometeu ou que nem são tão graves assim.

Sei que isso acontece em todo o mundo, mas o Brasil tem uma peculiaridade. É cultural. É lei: Temos que nos defender o tempo todo diante de uma acusação, mesmo que sem provas.

A injustiça.. ahh, como eu gostaria de viver com pessoas verdadeiras e limpas de coração. Num país (e mundo) justo e altruísta. Utopia. Mas meus filhos terão tais ensinamentos e serão livres para serem o que decidirem. Tenho certeza que escolherão o certo. “Mas mãe, o que é o certo?” Direi: “O certo, meu filho, é o bem comum. É o não prejudicar os outros para se sobressair, é o que não te incomoda ao tentar dormir, é o não julgar sem fundamentos, o não magoar por prazer, o não ajudar quando é possível”.

M.M. da Silva não era o único nesse mundo cruel. E levou uma vida incrivelmente sofrida. Ficou cego, adoeceu. Penso como era a mente desse homem. Certamente tão doente como seu câncer.

Eu acredito em vida após a morte. Que este homem tenha a chance de ter o justiça onde quer que esteja. Em um mundo espiritual e/ou quem sabe em uma nova vida.

Mundo despraparado. Vemos isso em qualquer balcão de atendimento. Na justiça, isso não poderia acontecer. Ou não podemos chamar de JUSTIÇA.

E pra você, que passa o tempo todo julgando ações e atitudes, procure simplesmente ajudar. Ou cale-se.

Quanto vale 19 anos de uma vida? Eu só tenho 25.

Não julgue para não ser julgado. Já disse Jesus, atire a primeira pedra quem não tem pecados. Pense nisso. Penso nisso!

Anúncios

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s