Uma Conversa Entre Amigos..


Somos uma constante avalanche de mudanças, de novos desejos e sonhos. Nossa autoestima começa todos os dias no espelho. Se está feliz com o que vê, a probabilidade é que tudo corra bem durante o dia. Se não, meu amigo.. o seu dia já começará mal.

E pra você que mal tem tempo de se olhar no espelho, veja só. Correndo tanto para quê mesmo? Pra atingir seus objetivos? Eles ainda são seus desejos?

Sinceramente, eu acho uma delícia dias corridos e produtivos.. mas também adoro os dias de calmaria.. e esses não necessariamente devem ser aos finais de  semana.

Estou escrevendo tudo isso pra dizer pra você que você está onde você se coloca. Geralmente, você é quem organiza o seu dia. Ou não.. e aí é que mora o perigo.

Não sobra tempo para fazer um exercício físico, né? Para estudar ou fazer coisas que gosta muito… E quando sobra tempo, não sobra ânimo.

Em primeiro lugar, preciso te dizer que você precisa se amar. Assim, do jeitinho que é. Com todos os seus defeitos e personalidades que formam você esse ser tão querido e  às vezes tão odiado (espero que pouco) por pessoas.

Em segundo lugar, você pode e DEVE evoluir. Estamos aqui pra isso. Já parou para pensar qual o sentido na sua estadia neste mundo? Independente da sua religião ou crença, acho que todos concordam que estamos aqui para fazer o bem e darmos o melhor de nós. E isso se resume à palavra evolução.

Sempre vejo pessoas sofrendo com sua rotina, com o seu trabalho, com as suas próprias ESCOLHAS. Exatamente, meu caro. A vida é todinha feita de escolhas. Fazemos centenas diariamente. E quando você não escolhe, está escolhendo que alguém ou alguma circunstância escolha por você.

Esteja à frente de seus desejos e reais objetivos! Longe de mim dizer que você só deve fazer o que gosta. Imagina! Mas sim, você deve gostar do que faz. Li uma frase linda recentemente que resume tudo:  “quando mudamos a forma de ver as coisas, as coisas simplesmente mudam”.

Sacou? 90% da sua vida é como você encara/enxerga as coisas. O restante é como realmente as coisas acontecem.

Faça valer cada dia com alegria. Certifique-se de ter um cuidado com você em primeiro lugar, e depois com as pessoas que o cercam.

E já dizia Benjamin Franklin: Se o homem pudesse ter metade dos seus desejos realizados, teria mais aflições do que prazeres.

Já em uma música do Metallica que eu sou apaixonada, King Nothing, há uma frase que eu amo e faz todo o sentido: “careful what you wish, you just might get it” – “cuidado com o que você deseja, você pode conseguir”.

O que você deseja? Se você não souber responder a esta simples pergunta, está na hora de repensar e AGIR.

Acima de qualquer decisão, escolha ser FELIZ. É para isso que você está aqui. É seu direito e também seu dever.

Ânimo!


BeijoMeu!

A geração Y e sua genialidade que beira a improdutividade


É legal.. muito legal fazer parte da geração Y.

Pra quem trabalha com tecnologia, é uma vantagem ter superiores que entendem a sua capacidade e forma de trabalhar fora da caixa. Fora dos moldes padrões. Mesmo se em escritório, um ambiente totalmente arcaico e ao meu ver, e se você não trabalha diretamente com o publico, improdutivo.

A evolução faz parte da vida. E a ela temos o dever de nos adaptar. Temos o dever de evoluir. Se não, para quê aqui estamos?

É bonito ver o passado. Ver como eram e como viveram seus antecessores. O que são hoje e as expectativas futuras.

Sou apaixonada em tecnologia. Na verdade, eu me amarro mesmo é na evolução. Em melhorar as coisas. Quando você estuda tecnologia, o seu cérebro é treinado pra isso! Entender como foi e criar novas possibilidades.

O que realmente me incomoda na minha geração, é esse rei na barriga. Que insiste em prevalecer.

Pessoas extramente indecisas, perdidas, não gostam de nada, não respeitam nada. Uma geração cheia de direitos e quase nada de deveres.

E são tão inteligentes que ficam em loop infinito e não produzem nada. (às vezes, e só às vezes, me incluo aqui também! 😦 )

É esquisito ver isso acontecer. Mas na real, é também “entendível” o como e o por que isso aconteça. É como se você tivesse que viver tudo agora. Nossa cultura é a do rápido, a do miojo. Não podemos perder tempo..

E tempo pra quê mesmo? Bom, aí é cada um responsável pelo seu, que sendo geração X, Y ou Z, tem lá suas 24 horas/dia.

O fato é que vemos cada vez mais o tempo passar com a lentidão da pressa que o futuro nos impõe.

Falando em pressa, a tenhamos em falhar. Falhas são parte importantíssima para o nosso crescimento.

E quem é que cresce de fato? Cresce quem o conhecimento.

Lembrando que conhecimento é informação com valor agregado.

Waldez Ludwig já disse em uma de suas brilhantes palestras: “As pessoas ganham pela sua raridade, não pela sua importância.”

E o quão raro você pode ser, meu caro colega Y?

BeijoMeu!