Insanity Workout: Dicas para um melhor desempenho


Como praticante ativa do programa sensacional criado por Shaun TInsanity Workout, aproveito para listar algumas dicas que são importantíssimas, mas que talvez você não perceba.

Organize-se comigo:

  1. Se possível, faça o seu treino frente a um espelho. Desta forma você consegue acompanhar os seus movimentos e corrigir sua postura, focar nos movimentos do seu corpo e tirar os olhos do cronômetro na tela..
  2. Evite o cronômetro: ..por que a gente gosta mesmo é quando acaba! Pois é.. é gostoso fazer o Insanity.. mas é insano! E cansa pra caramba. Vira e mexe a gente foca no cronômetro e morre de desespero quando vê que falta muito e você já está esgotado. Procure evitar o cronômetro e aproveite cada minuto do seu treino.
  3. “Only Rest When You Need” – Shaun T – Esta dica é do mestre: somente descanse quando precisar. Precisar é diferente de querer. Espere o seu limite, não pare quando se sentir pouco cansado.. puxe mais um pouco. Porém não sacrifique sua performance.
  4. Faça pausas de no máximo 30 segundos e faça movimentos leves enquanto retoma o fôlego. Não deixe seu corpo relaxar. Quanto mais tempo parado, mais lenta é a retomada.
  5. Foco no treino. O treino é muito intenso e eu percebo que meu rendimento é muuuito melhor quando estou focada. Apenas observe o treinador e você mesmo. Esvazie a mente neste momento também. Opte por momentos em que você esteja sozinho ou que as pessoas no local possam fazer silêncio e esperar para falar com você somente quando terminar. Evite ao máximo interrupções.
  6. Alimente-se bem antes do treino: Um fato é que você vai precisar de bastante energia. E se não tiver de onde tirar, vai se sentir esgotado antes mesmo de o treino acabar.
  7. Leve água para o treino: Hidratação é fundamental. E durante o treino, são dadas pequenas pausas de 30s para um breve descanso e ingestão de água. Você vai sentir sede, fique tranquilo.
  8. Leve toalhinha  e pano de chão para o treino: A quantidade de suor é inacreditável. Se for piso, vai precisar de um paninho para limpar o chão ou vai escorregar após os primeiros 10 minutos de atividade. Ou antes.
  9. Colchonete: São muitos os exercícios no chão.. principalmente nas séries abdominais. Um colchonete será muito útil para sua postura corporal e também para evitar alguma lesão em áreas como cotovelos e joelhos.
  10. Don´t Stop Moving: Conseguiu concluir o programa de 60 dias? Não pare de se movimentar, prestar atenção na alimentação e hidratar-se muito bem. Busque atividades que são prazerosas e que você possa fazer inclusive em casa. Porque eu realmente sei.. às vezes bate aquela preguiça de ir ao parque, à academia.. não é verdade? Ou todo dia a mesma coisa, enjoa. Diversifique, renove, inove e seja muito feliz com a sua saúde, sua aparência e sua autoestima.

Mãos à obra!

Todos os dias posto meus treinos no meu insta, @TalitaAlmeidat. 🙂

Até mesmo como uma forma de compromisso diário, que eu assumi comigo mesma.

Compartilhar é diferente de dividir. Quando se compartilha, todos ganham.

Quando compartilho, fico deveras feliz se atingir ao menos uma pessoa com o meu entusiasmo. E já estou deveras feliz que uma amiga também iniciou o programa após os incentivos. Isso é muuuuuuiiiiiiito bacana.

Gi, continue firme e forte. Rumo ao #day60 😉

Que tal começar na próxima segunda feira? Você terá o final de semana todo para pensar e se organizar.

Acompanhe mais sobre o insanity NESTE POST. E também sobre meus resultados em 2013 AQUI.

BeijoMeu!

Anúncios

Insanity Workout – Meus resultados


Oláááá!!!

Olha.. está sendo muito maravilhoso escrever este post hoje! 😀

No primeiro post que escrevi sobre a série de exercícios para se fazer em casa, coloquei uma responsabilidade sobre mim já no título do post: Insanity Workout – Meta. E agora, passado o tempo do programa, 63 dias,  nada mais justo do que contar como foi essa experiência.

Durante o meu  período de treino, eu procurei mais que fazer algo temporário, tentar trazer o máximo possível para o meu dia a dia.

Acompanhe:

Insanity – O primeiro mês foi mais regrado, mas no segundo eu já não estava conseguindo fazer os 6 dias por semana. Mesmo assim não parei, fazia conforme tempo. Hoje eu continuo com a série, porém estou tentando manter a média mínima de 3x por semana, já que o dia fica curto com tantas atividades que eu mesma me imponho!

Corrida – Nos dias em que eu corro, eu não pratico o Insanity. Isso porque eu acho deveras cansativo os dois seguidos.. além do que, quando eu corro, corro em SP.. até chegar em casa, comer e fazer o Insanity após um dia cheio de trabalho (normalmente é assim!), posso garantir que não é preguiça. É esgotamento de energia mesmo!

Alimentação – Que lê um pouquinho sobre o assunto já sabe que não adianta nada malhar a vida e comer mal. Sou vegetariana e isso complica um pouco mais a minha vida (ou facilita!). Descobri com a nutricionista que estava comendo pouco. Ou melhor, estava comendo pouquíssimos nutrientes e o que o meu corpo precisa de fato. Mas exagerando em porcarias. Sou louca por chocolate (branco! OMG!), massas, salgadinhos e afins..

Cortei basicamente tudo no dia a dia.. me permito de vez em quando. Não como mais muito por impulso. Não pulo nenhuma refeição. Aumentei a quantidade de frutas diárias e a ingestão de água. Troquei carboidratos comuns por integrais. Salgadinhos por soja temperada. Chocolate por fruta/barrinha de cereal/barrinha de proteína. Receitas com ingredientes mais selecionados.

Ainda não estou me alimentando 100% conforme recomendação nutricional, mas estou quase lá. É muito importante para que os resultados sejam efetivos e não passageiros, que se tenha consciência do que é “certo ou errado” e do quanto estamos dispostos a nos doar pelo resultado esperado.

A nutricionista teve papel fundamental no meu desempenho porque tudo o que foi recomendado, foi de acordo com a minha rotina. E sendo assim eu não tinha mais desculpas para não seguir, não é verdade? A verdade mesmo é que eu não queria mais desculpas.. mas sim resultados!

Resultados – No primeiro mês vocês vão perceber pela Tabela de Medidas que o resultado foi muito ínfimo em relação ao esperado. Porém me mantive firme.

Já no segundo mês tive uma surpresa linda enquanto experimentava alguns shorts na Renner. O n° 38 ficou folgado. Eu peguei o 36 somente para ver.. e não é que serviu e ficou certinho? Mas não estou usando 36 num geral, não.. baixei do 40 para o 38 😀

Minha balança não está funcionando.. então não tinha como ficar me pesando todo dia. O que eu achei ótimo, pois queria saber o resultado após o ciclo completado. Não queria me prender somente aos números do peso, apesar de a meta ter sido baseada em kg inicialmente.

Abaixo compartilho a tabela nutricional e destaquei os resultados que me deixaram mais felizes. Sinceramente estou orgulhosa. O Insanity Workout é nada menos que insano.. puxado! Mas vale cada gotinha de suor. E as aulas são divertidas, então não fica aquela coisa que enche o saco fazer.

Estou incrivelmente satisfeita com meus resultados! Não é fácil, mas quando o resultado aparece, o difícil se torna mais prazeroso.

Tabela

Tabela de Medidas

Interessante que para os padrões, sou considerada magra. Mas a minha porcentagem de gordura, segundo às medidas da nutricionistra, está acima da média. Bora mudar esse cenário, né? Quero só massa magra nesse corpitcho!

Havia tirado várias fotos para fazer o antes e o depois, porém infelizmente fui furtada aí no meio do percurso e as fotos estavam no cartão de memória do meu ex celular. Mas as medidas estão aí para provar a eficiência do programa.

Eu preciso agora me organizar para um próximo foco.. sou louca por barrigas chapadas.. acho incrvelmente lindas. Mas isso é assunto para um próximo tópico! Vamos com calma…

“Don´t Stop Moving” – Shaun-T

BeijoMeu!