Os números de 2015


Compartilhar é um conceito que eu gosto muito. Quando se compartilha, todos ganham.. é muito diferente de dividir. Fico contente que este blog tenha sido visto por quase 50 mil vezes só neste ano.

Aqui é uma extensão do meu mundo no mundo virtual. Minha online Home Sweet Home… e eu adoro esse encurtamento de distâncias que a tecnologia nos traz. Pessoas de vários lugares, inclusive de fora do país conseguem ver o que publico por aqui.

Hoje mais do que nunca as opiniões de consumidores são bastantes relevantes e a internet veio para facilitar o conhecimento. Basicamente, mudou a forma de distribuição da informação. A informação está disponível. Os canais de distribuição estão disponíveis.

Muito obrigada a você que lê meu conteúdo.Que Deus o abençoe muito!

Em 2016, quero que você tenha a melhor experiência neste espacinho virtual e ele passará por algumas melhorias.

Deixo vocês com o relatório anual do Blog de 2015, o qual me deixa bastante feliz 😀

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2015 deste blog.

Aqui está um resumo:

A sala de concertos em Sydney, Opera House tem lugar para 2.700 pessoas. Este blog foi visto por cerca de 48.000 vezes em 2015. Se fosse um show na Opera House, levaria cerca de 18 shows lotados para que muitas pessoas pudessem vê-lo.

Clique aqui para ver o relatório completo

Beijos!

Anúncios

Outubro e a faxina para renovação


img_1585Outubro é um mês em que algumas coisas importantes se comemoram.

Dia 26 faz dois anos que disse sim na presença de Deus para o homem que eu amo.

Também é um mês em que mais um ciclo se encerra na minha vida. Eu choro, gente! Mas fico feliz demais por sempre ter o livre arbítrio e utiliza-lo. Mais uma vez algo velho tem que finalizar para o novo acontecer. Tal como a frase da imagem acima “Somos responsáveis não só pelo que fazemos, mas também pelo que deixamos de fazer.”… e eu achei que era o momento de mudar alguma coisa.

Sou a favor da plenitude. Quando estamos nos sentindo eternamente divididos, a gente precisa agir.

Decisões são sempre difíceis, né? São sempre escolhas. E quando a gente escolhe alguma coisa, sempre perde outra. Seria ótimo se a gente pudesse ter tudo, não é mesmo? Na verdade a gente pode.. ter talvez até mais e melhor. Basta enxergar com outros olhos, sonhar mais um pouco e traçar novos objetivos.

De vez em quando a gente deve se fechar para balanço. E não tem tempo certo pra isso. Eu me fechei para balanço meses atrás e vi que eu não estava realmente indo em direção aos meus sonhos. O que eu estava abrindo mão, estava levemente me consumindo. Daí a importância de a gente deixar nossos sonhos de uma forma que possamos visualiza-los. Caso contrário, pode ser que você vá saindo do caminho e não perceba.. ou perceba demasiadamente tarde.. ou pior: alguém decida o rumo por você.. e eu acho isso extremamente broxante. Mas também é uma força, que pode tirar você da inércia. Antes tarde do que mais tarde.

Outubro é o mês de despedidas. De ir pra casa. De comemorar 2 anos de casada. De conhecer um novo país (em breve post sobre).. um novo corte de cabelo. De experimentar uma nova rotina ou fazer com que elas não existam . O mês de deixar para trás tudo o que já não me serve. O mês de fortalecer os laços com quem importa e se importa. O mês de fazer novos relacionamentos. O mês da faxina e do novo.

Todo mês é mês, mas eu decidi fazer de Outubro um pouco mais especial.. pra falar a verdade, está me deixando doidinha, mas deveras feliz e realizada como pessoa, profissional, esposa, filha, e mãe dos meus filhinhos de 4 patas.


BeijoMeu!

I Can´t Get No Satisfaction.. também para a Playlist!


Enquanto a leitura se desenvolve, recomendo o play abaixo:

I can’t get no satisfaction …

E não se trata de nunca estar contente.. se trata de uma busca infindável porque a gente sabe que tudo pode e deve ser melhor.

Sou imensamente grata por todas as pessoas, momentos e coisas que conquistei. Não são muitas.. e é atrás desse feedback espetacular, que é a conquista, é que não devemos parar nunca.

Somente sei viver de forma intensa. Gosto de ser eu mesma, de ter esse jeito, de amar as coisas e pessoas que amo, mesmo sob os olhares de reprovação.

Para mim, a vida é feita de sonhos. Mais especificamente de realização de sonhos.

Observo atentamente como hoje em dia as pessoas têm medo e/ou vergonha de sonhar. Medo da futilidade. Medo de expressar crença, fé ou religião. Medo de serem felizes. O motivo? Os olhares de reprovação.

Leitor, se você é acostumado a emitir esses olhares no seu dia a dia, peço encarecidamente que reflita. Gostaria de ser um destruidor de sonhos? Talvez você até tenha esse desejo no seu saquinho de maldade, mas eu vejo que na maioria das vezes é involuntário. Infelizmente é parte da nossa cultura.. o que o hábito está fazendo com a gente?

Lembre-se que você tem entes e amigos queridos.. que passam por isso todos os dias. Já parou para pensar que neste exato momento alguém pode estar inibindo um desenvolvimento de talento e sonho do seu filho?

Jamais esconderei meus medos e minhas virtudes. O que a gente sente, cabe a nós sentir e viver.

“O importante é não nos conformar com o que estão nos impondo. É sair em busca do que queremos, é tentar ser feliz seja como for.” Zíbia Gasparetto

Experimente.

Sinta o gosto da liberdade.

Não tem coisa melhor no mundo do que o livre arbítrio. E tem tantas pessoas vivendo em amarras imaginárias… Quantos momentos de nossas vidas não nos flagramos assim! Poucos, na realidade.. porque na maioria das vezes, somente seguimos o fluxo… não percebemos nada, de fato.

Mas já dizia Clarice Lispector: “Liberdade é pouco. O que eu quero ainda não tem nome.”

Embarca nessa comigo?

I can´t get no satisfaction, baby!


BeijoMeu.